home Curiosidades Ovo de codorna, nao foi comprovado que é alimentos afrodisíaco

Ovo de codorna, nao foi comprovado que é alimentos afrodisíaco

ovo de codornaSaiba quais os alimentos que realmente estimulam o desejo sexual, aumentando a produção do hormônio testosterona, decisivo na libido

A palavra “afrodisíaco” tem origem no grego aphrodisiakos e faz referência à deusa do amor, Afrodite. Afrodisíacos são agentes químicos ou odores que estimulam o desejo sexual ou elevam a potência masculina. Um prato bem arranjado e apetitoso à percepção de seus odores e a sua degustação tende a gerar um estado de euforia, capaz de conduzir ou resultar em ampliação do desejo sexual. Uma comida gostosa e saudável, preparada com especiarias, pode sim estimular a paixão.

Algumas especiarias podem ser usadas para estimular o apetite sexual por produzirem odores estimulantes do apetite e criarem um clima no ambiente. São elas: açafrão, cravo, noz moscada, pimentas de vários tipos, gengibre, tomilho, ginseng, canela, aipo, mostarda, coentro, jasmim e almíscar (espalhando-se o pó sobre a comida). Essas especiarias ainda trazem a vantagem de não conter calorias. Com elas, é possível fazer pratos light e saborosos. Há alimentos que aumentam a produção, tanto dos espermatozóides e da testosterona (hormônio decisivo na libido) como da secreção lubrificante vaginal, estimulando ainda mais a vida sexual dos casais. É o caso das ostras frescas, um alimento energético, que têm fósforo, iodo, zinco e contêm pouca gordura. Isso aumenta a disposição para o sexo.

No caso do ovo de codorna, um mito popular, é um alimento riquíssimo em proteínas, possui grande quantidade de vitamina B1 e B2, ferro, manganês, cobre, fósforo e cálcio, tem baixa taxa de colesterol, mas não possui nenhuma substância que potencialize o apetite sexual. Este mito criou-se em 1963, quando foi lançada uma marchinha carnavalesca que dizia “Eu quero o ovo de codorna para comer/ o meu problema ele tem que resolver!”, o que fez iniciar a fama de ovos de codorna como alimento afrodisíaco, mas nenhum estudo real foi realizado. Já o amendoim, outro mito, é um alimento altamente energético, de alto valor calórico, por ser uma oleaginosa, e contém grande quantidade de vitamina B3, que colabora para a vasodilatação sanguínea, por isso é relacionado ao aumento da libido e do apetite sexual.

Para uma vida sexual ativa é preciso conciliar a prática de atividades físicas a uma alimentação balanceada que evite açúcar e gorduras saturadas e contenha carboidratos, de preferência massas preparadas com farinhas integrais, sem deixar de lado proteínas como as carnes magras, peixes, frango sem pele, a clara do ovo bem cozida (sem a gema). Sem esquecer das frutas, vegetais folhosos e legumes. Recomenda-se no mínimo cinco refeições, pois o jejum prolongado leva à hipotensão (pressão baixa), hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), fadiga e desânimo. O poder afrodisíaco dos alimentos também está na combinação de cores e aromas. Com um pouco de imaginação e criatividade, o resultado com certeza é garantido. A vida sexual agradece!!!

Sheila Pasquarelli
é nutricionista, coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Santa Helena/ Unimed Paulistana

2 thoughts on “Ovo de codorna, nao foi comprovado que é alimentos afrodisíaco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *